Em 2020 a Justiça do Trabalho de SC (TRT12) registrou o menor tempo de tramitação de processos na fase de conhecimento, intervalo entre a propositura da ação até a decisão do juiz de primeiro grau. O dado consta no Relatório Justiça em Números 2021, levantamento anual divulgado na semana passada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Tempo de tramitação dos processos até sentença de primeiro grau (2020)

De acordo com a pesquisa, as ações trabalhistas que tramitam no estado levaram em média oito meses para receber uma decisão de primeira instância, o melhor resultado registrado dentre as 24 jurisdições trabalhistas do país.

Já na segunda instância, no julgamento dos recursos, o tempo de tramitação no tribunal catarinense (TRT12) é ainda mais curto, três meses, classificando a segunda instância do TRT-SC em terceiro lugar em tempo de tramitação dos processos.

O levantamento apontou ainda que, mantida a atual produtividade, o TRT-SC conseguiria “zerar” o estoque de processos pendentes em um ano e um mês, desde que ficasse sem receber novos casos.

O relatório completo do Justiça em Números 2021 pode ser acessado no endereço https://bit.ly/justicaemnumeros2021.

O texto é da Secretaria de Comunicação Social do TRT/SC