Ministro Jorge Mussi – Foto/TSE, divulgação

O catarinense Jorge Mussi, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ex-presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ/SC), assume, nesta terça-feira (24/10), em Brasília, como membro efetivo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na vaga deixada pelo ministro Herman Benjamin. Também serão empossados os ministros Napoleão Nunes Maia Filho, no cargo de corregedor-geral eleitoral, e Luis Felipe Salomão, como substituto, no lugar de Mussi.

Natural de Florianópolis (SC), onde nasceu em 1952, o ministro Jorge Mussi formou-se em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 1976. É professor convidado permanente da Escola Superior da Advocacia da Ordem dos Advogados de Santa Catarina (ESA/OAB-SC) desde 1994.

Egresso do quinto constitucional, na vaga destinada aos advogados, Mussi foi desembargador do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ/SC) de 1994 a 2007, ocupando a presidência daquela Corte de 2004 a 2006. Tomou posse como Ministro do STJ em dezembro de 2007. Foi corregedor-geral da Justiça Federal de abril a outubro deste ano.

Em sua trajetória na magistratura, o ministro acumulou ampla experiência na Justiça Eleitoral. Foi Juiz substituto do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina de 1988 a 1989, e Juiz efetivo do TRE-SC de 1989 a 1991. Também foi presidente do TRE catarinense de 2003 a 2004. (Com informações da assessoria de imprensa do TSE).